Você Sabia? Pacientes que tiveram Covid-19 têm mais chances de desenvolver trombose. Veja outros fatores de risco e como se prevenir!

13 de outubro é o Dia Mundial da Trombose, doença que é uma das principais causas de morte no mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS)

São Paulo, outubro de 2021 – De acordo com estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular1, 39% dos médicos entrevistados apontaram que pelo menos um de seus pacientes infectados pelo novo coronavírus foi diagnosticado com trombose. Sabe-se que o risco é maior em pacientes mais graves, que se encontram na unidade de terapia intensiva (UTI). E que a depender de outros fatores que estes pacientes possuam, o risco pode permanecer mesmo após a alta hospitalar2. Com a proximidade do Dia Mundial da Trombose, celebrado em 13 de outubro, os dados surgem para reforçar a importância dos cuidados com a saúde3.

 

“Por conta do aumento de eventos trombóticos relacionados à Covid-19, torna-se necessário ampliarmos a discussão com o intuito de conscientizar a população sobre uma das principais doenças vasculares. Nosso objetivo é evidenciar as causas, os sintomas e sobretudo as formas de prevenção”, esclareceu Francine Carvalho, gerente médica líder da cardiologia da divisão farmacêutica da Bayer.

 

A trombose, que é a formação de coágulos nos vasos, pode ocorrer nas veias ou artérias causando obstrução total ou parcial dos vasos sanguíneos. A trombose que ocorre nas veias pode levar a trombose venosa profunda e como consequência a embolia pulmonar. Já quando ocorre nas artérias pode ocasionar, por exemplo, um acidente vascular cerebral (AVC) ou um infarto agudo do miocárdio (IAM). De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a doença é um dos problemas vasculares que mais mata no mundo

 

No caso da trombose venosa profunda aguda, há a formação de um coágulo em uma veia profunda de um membro, em geral da perna e coxa, que pode se destacar levando a uma embolia pulmonar, uma complicação que pode ser fatal. Em alguns casos, apesar do tratamento, as válvulas das veias das pernas são danificadas levando a um quadro crônico, resultando em sequelas como o surgimento de varizes, inchaço e feridas de difícil cicatrização.

 

Apesar de ser comum, muitas pessoas ainda desconhecem informações importantes sobre causas, sintomas e formas de prevenção da trombose. “Sem o tratamento correto, a doença pode evoluir para uma embolia e complicações tardias, por isso a conscientização é tão importante. As formas de prevenção estão associadas a um estilo de vida saudável, como hidratação frequente, controle de peso, prática de atividade física, combate ao tabagismo e alcoolismo”, conta Carvalho.

 

Covid-19 e o risco de desenvolver trombose

Uma pesquisa desenvolvida pela Revista de Trombose e Hemostasia4 (Journal of Thrombosis and Hemostasis, em inglês) constatou que em pacientes graves com Covid-19 ocorre uma “tempestade de citocinas”, grupo de moléculas que regula imunidade e inflamação. Isso é um dos mecanismos desencadeados pela doença que facilita o desenvolvimento da trombose. Por isto a prevenção é fundamental.

 

“Vale destacar que, além da contaminação por Covid-19, há outros fatores de risco para a trombose. São eles: imobilização prolongada, histórico familiar, histórico de trombose venosa, idade avançada, presença de varizes, doenças concomitantes como tumores malignos e insuficiência cardíaca além de obesidade. Nesses casos, torna-se ainda mais importante o acompanhamento de um médico especialista que além de identificar os pacientes de maior risco, ao irá fazer a prevenção de uma forma correta”, finaliza Carvalho.

 

125 anos da Bayer no Brasil

A Bayer celebra 125 anos de Brasil em 2021. Chegou ao País em 1896, abrindo a primeira fábrica no Rio de Janeiro. Hoje, está presente em mais de 30 cidades, com 6.500 profissionais espalhados de norte a sul. O Brasil é o maior mercado da Bayer na América Latina e local de grandes descobertas na medicina, de novas tecnologias para o campo e de inovações que melhoram a qualidade de vida do brasileiro e contribuem para o desenvolvimento do País.

 

O Grupo está atento aos novos desafios da humanidade, cada vez mais coletivos e que não podem ser solucionados por atores isolados. Por isso, tem investido em modelos de negócios baseados em colaboração, por meio de suas três divisões e do seu primeiro hub de inovação aberta da América Latina.

 

E para construir os próximos 125 anos, a Bayer quer ampliar sua escuta e entender cada vez melhor as expectativas da sociedade e as necessidades dos clientes: seja o agricultor, o médico, o paciente, o consumidor – e a sua gente, cada vez mais plural e diversa; quer estreitar laços, alinhar expectativas, promover o diálogo, aproximar sua comunicação e construir os próximos passos da empresa junto ao público. Porque Você e Bayer: é bom. Para saber mais, acesse www.bayer.com.br.

 

Informações à Imprensa – JeffreyGroup

Beatriz Sánchesbsanchez@jeffreygroup.com
Jéssica Assisjassis@jeffreygroup.com

 

Referências

1 Covid-19: 39% dos angiologistas atenderam ao menos um paciente infectado com trombose: https://pebmed.com.br/covid-19-39-angiologistas-atenderam-ao-menos-um-paciente-infectado-com-trombose/
2 ( ref) Hull RD et al, Clin Appl Thromb Hemost 2013;19:357–362
3 ( ref) Hull RD et al, Clin Appl Thromb Hemost 2013;19:357–362, Spyropoulos AC et al, Chest 2011;140:706–71
4 Marisa Dolhnikoff, Amaro Nunes Duarte Neto, Renata Aparecida de Almeida Monteiro, Luis Fernando Ferraz da Silva, etc: Pathological evidence of pulmonary thrombotic phenomena in severe COVID-19


Se você deseja relatar um evento adverso ou fazer uma queixa técnica relacionada a qualquer produto da Bayer S.A.,
por favor, contate o seu médico ou acesse: https://safetrack-public.bayer.com/.
Para obter mais informações sobre benefícios e riscos dos medicamentos acesse: http://pacientes.bayer.com.br/.
Acordo celebrado com o CADE – Saiba Mais: https://www.bayer.com.br/pt/sustentabilidade/acordo-de-controle-em-concentracoes-firmado-com-o-cade