MELHORANDO VIDAS

Contracepção não deve ser tabu!

World Contraception Day levanta bandeira sobre discussões acerca de métodos contraceptivos e tenta quebrar tabu sobre educação sexual. 

Você é sexualmente ativo ou ativa? Quem faz sexo com regularidade certamente já se preocupou com o risco de uma gravidez não planejada. Para que as pessoas consigam vivenciar a sexualidade de forma plena e mais prazerosa, é fundamental que o tema da contracepção seja discutido pelos casais, com a responsabilidade compartilhada de buscar as melhores opções de proteção.

 

Contracepção não deve ser tabu!

 

Contar com um método contraceptivo eficiente colabora para aumentar o prazer sexual, já que os casais podem ficar despreocupados para curtir cada vez mais os momentos de intimidade. No entanto, os tabus e a vergonha de dialogar abertamente sobre sexo ainda atrapalham o planejamento familiar. Um reflexo dessa dificuldade se mostra em dados: 55%1  das brasileiras tiveram filhos sem planejamento, percentual acima da taxa média mundial de 40% de gestações não intencionais, segundo pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz.

 

Para conscientizar sobre os anticoncepcionais, é celebrado em 26 de setembro o World Contraception Day, que em português significa o Dia Mundial da Contracepção. A data comemorativa instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) reforça a mensagem de que o acesso ao planejamento familiar é protegido pelo Direito Internacional e de que os países devem se comprometer em garantir que as pessoas tenham acesso aos métodos contraceptivos.

 

Saúde sexual e reprodutiva

As pessoas têm direito à saúde sexual e reprodutiva. Isso significa que cada um tem a liberdade de decidir se quer ou não quer ter filhos e quando, além de poder prevenir e tratar doenças relacionadas aos órgãos genitais. Por isso, é fundamental valorizar a educação sexual e orientar a população sobre as várias opções de métodos contraceptivos disponíveis. Conheça todos os métodos no site www.meuanticoncepcional.com.br.

 

Para os homens, há a possibilidade de uso de preservativos e vasectomia. Já para as mulheres, existem muitas opções de anticoncepcionais de curta ação ou de longa ação, com diferentes modos de utilização e efeitos. É importante que mulheres e homens busquem orientação especializada, tanto para a realização de exames de saúde indicados pelo ginecologista ou urologista, quanto para escolher o método contraceptivo mais adequado para o casal.

 

"Os contraceptivos de curta ação são aqueles que, para atuarem com uma eficácia total, precisam ser utilizados em intervalos curtos de uso único, como camisinha, pílula, injeção" , afirmou Ilza Monteiro, ginecologista da Unicamp e membro da diretoria da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), em notícia do portal UOL.

 

No entanto, o problema desses métodos é que eles dependem de boa memória para funcionarem. O homem precisa se lembrar de colocar a camisinha logo no início da relação sexual ou a mulher precisa se lembrar de tomar a pílula anticoncepcional oral todos os dias no mesmo horário, por exemplo. A necessidade de utilização regular e possíveis esquecimentos pelos usuários comprometem a taxa de eficiência do método.

 

Métodos de longa ação

Para os casais que buscam mais segurança e eficácia, uma alternativa são os métodos contraceptivos de longa ação. Esse grupo engloba o implante, os DIUs hormonais e o DIU de cobre. O implante é uma cápsula hormonal que é inserida debaixo da pele do braço da mulher e atua liberando o hormônio, com duração de até três anos.3

 

Já o DIU é um pequeno dispositivo que é inserido no útero da mulher. Enquanto o DIU de cobre libera íons de cobre, o DIU hormonal libera pequenas doses do hormônio levonorgestrel. Apesar de apresentarem modos de ação diferentes, ambos os DIUs são altamente eficazes para a contracepção. O DIU hormonal funciona por um período de até cinco anos, e o DIU de cobre dura até dez anos. Leia mais no Blog Bayer: Como escolher o melhor método contraceptivo?

 

Conscientização global

O planejamento reprodutivo é tão importante que está listado na agenda de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. É uma meta, até 2030, garantir o acesso universal aos serviços de saúde sexual e reprodutiva, incluindo informações educativas para planejamento familiar.4

 

De acordo com a ONU, o nível de adoção de contraceptivos ainda é considerado baixo em muitas regiões. No entanto, com investimentos em políticas públicas e redução de desigualdades no acesso aos serviços de saúde, as projeções indicam que, em 2030, cerca de 80%  das mulheres que precisam de planejamento familiar utilizarão métodos anticoncepcionais modernos no mundo.

 

A campanha global da ONU que celebra o Dia Nacional da Contracepção é apoiada por uma coalizão de parceiros internacionais que investem em saúde sexual e reprodutiva, e conta com o patrocínio da Bayer. Veja as ações no site “Your Life” e a edição em português da campanha, disponível em www.vivasuavida.com.br.

 

Com foco no bem-estar e na qualidade de vida das mulheres, a Bayer também apoia o movimento online6  #LiberdadeVemDeDentro, que promove um diálogo transparente sobre sexualidade e empoderamento feminino para derrubar tabus. Atualmente, esse movimento vem sendo protagonizado pela cantora e ex-BBB Manu Gavassi7 . Leia também: Mulheres precisam vencer tabus, para vivenciar a sexualidade.

 

PP-KYL-BR-0681-1.

 

Referências:

1https://www.bbc.com/portuguese/brasil-44549368 
2https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2020/09/26/dia-mundial-da-contracepcao-como-escolher-o-melhor-anticoncepcional.htm 
3https://www.bayer.com.br/pt/blog/como-escolher-o-melhor-metodo-contraceptivo 
4https://www.un.org/development/desa/pd/news/world-family-planning-2020-highlights 
5https://www.un.org/development/desa/pd/sites/www.un.org.development.desa.pd/files/files/documents/2020/Sep/unpd_world_family_planning_2020_10_key_messages.pdf 
6https://www.liberdadevemdedentro.com.br/ 
7https://www.bayer.com.br/pt/blog/mulheres-precisam-vencer-tabus-para-vivenciar-a-sexualidade