SAÚDE

Bayer promove ações de valorização das mulheres

Iniciativas impulsionam o protagonismo feminino na cidade e no campo, fortalecendo a autoestima e a saúde da mulher.

As mulheres vêm lutando para conquistar direitos sociais e ocupar espaços na sociedade há séculos. Elas já derrubaram preconceitos e, a cada dia, comprovam que “lugar de mulher é onde ela quiser”. No entanto, ainda existem obstáculos para serem vencidos.

 

Dia das mulheres

 

De acordo com pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2019, as mulheres tiveram rendimento médio mensal 28,7% inferior em comparação com o valor que os trabalhadores homens ganharam no período. As mulheres possuem maior nível de escolaridade, porém os homens ocupam a maioria dos cargos de chefia. Além disso, as mulheres sofrem com uma distribuição injusta de tarefas do lar. O IBGE revelou que, em relação aos homens, elas gastam cerca de 10,4 horas adicionais por semana em afazeres domésticos ou em atividades de cuidado de pessoas.

 

No dia 8 de março, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, elas costumam ganhar mimos como flores e bombons. A data celebra a importância do papel feminino, mas também provoca debates sobre disparidades e reforça as reivindicações delas. A busca por igualdade de gênero ainda precisa derrubar mitos, assim como conscientizar a população, empresas e instituições.

 

O movimento de protagonismo feminino e a luta por equidade vêm se fortalecendo a cada ano, e a Bayer colabora para dar voz às mulheres. A inclusão e a diversidade representam um pilar estratégico para que a companhia continue impactando positivamente as comunidades onde ela mantém suas unidades produtivas, além de inspirar e colaborar para a construção de uma sociedade mais justa.

 

Equidade

Entre as novidades, a empresa anunciou a meta de atingir a paridade de gênero até 2030. Ou seja, a Bayer assumiu o compromisso de garantir equilíbrio de gênero em liderança, para que as mulheres representem 50% em todos os níveis de gerência – baixa, média e alta.

 

De acordo com Werner Baumann, CEO Global da Bayer, esse objetivo está alinhado ao compromisso da Bayer com os Princípios de Empoderamento das Mulheres da ONU e com o Compromisso EMPOWER do G20. “A nossa abordagem para identificar, atrair, desenvolver, promover e reter talentos na nossa liderança criará uma força de trabalho ainda mais inclusiva e diversa, que nos fará uma empresa melhor e mais atrativa como empregadora”, afirmou Baumann em comunicado. Leia mais: Bayer se compromete globalmente a ter a mesma quantidade de mulheres e homens em cargos de liderança até 2030.

 

As políticas de inclusão e diversidade da Bayer são estruturadas e debatidas em cinco grupos de afinidade: All In (gênero); Blend (LGBTQIA+); BayAfro (raça); Infinity (gerações) e Enable (PCDs). No caso das questões de gênero, o grupo All In convida os colaboradores da Bayer para se engajarem nas discussões sobre as questões de gênero e propor melhorias na empresa desde 2016. Vale a pena destacar algumas novidades, como o oferecimento de auxílio-creche para os pais e a implementação da plataforma Tina, focada no amparo às vítimas de violência. Leia também: Vamos combater a violência contra a mulher?

 

Cuidados com a mulher

A Bayer é líder em saúde feminina e desenvolve projetos que impulsionam o protagonismo feminino, empoderando as mulheres para cuidarem de si e de sua saúde. Desde a criação da primeira pílula anticoncepcional, há 60 anos, até o lançamento de contraceptivos de longa duração mais modernos com menor dosagem hormonal, a Bayer incentiva o diálogo sobre a saúde da mulher e a quebra de vários tabus relacionados ao corpo feminino.

 

Um exemplo disso foi o movimento #LiberdadeVemDeDentro, uma iniciativa que celebra a liberdade sexual feminina e o poder de escolha da mulher com relação ao seu corpo e a campanha #Nãoénormal, que buscou ampliar as discussões sobre menstruação.

 

Outro destaque é o Prêmio Mulheres do Agro, iniciativa conduzida pela Bayer, em parceria com a Associação Brasileira do Agronegócio (Abag). A premiação valoriza mulheres proprietárias e/ou gestoras de fazendas que estejam desenvolvendo uma gestão inovadora e sustentável, respeitando os pilares econômico, social e ambiental. A terceira edição do concurso, realizada com formato online em 2020, contou com mais de 200 mulheres inscritas. Saiba mais: Prêmio Mulheres do Agro.

 

A Bayer é uma empresa que atua nas áreas de nutrição e saúde, promovendo a Ciência para uma vida melhor. Com investimento constante em Pesquisa e Desenvolvimento, a Bayer desenvolve soluções para a nutrição e saúde feminina, atuando em variadas frentes, com linhas de cuidados dermatológicos e soluções em contracepção, entre outras áreas da empresa que beneficiam pacientes mulheres.

 

Tags: mulher, empoderamento feminino, diversidade, inclusão, mulheres do agro, saúde feminina.