Híbridos de milho Bayer são destaque em concurso de produtividade na safra de verão 2024

Produtores que apostaram em híbridos da companhia, nas categorias de sequeiro e irrigado, conquistaram majoritariamente o podium com produtividades acima de 247 sacas por hectare

São Paulo, junho de 2024 — A escolha do híbrido adequado é um fator decisivo para alcançar uma boa produtividade na lavoura de milho, e Ronei Gaviraghi, produtor em Mangueirinha (PR), sabe bem disso. Ao apostar no híbrido AS 1757 PRO4, da marca Agroeste, com precocidade e genética para ambientes de alto rendimento e potencial produtivo, somado a um manejo adequado da cultura e o uso de ferramentas digitais como a Climate Fieldview para monitoramento do plantio, o produtor atingiu a marca de 270 sacas por hectare. Esse resultado o levou a conquistar o primeiro lugar na categoria sequeiro no Concurso de Produtividade Elevada no Campo – Safra de Verão, organizado pelo Grupo Tático de Aumento de Produtividade (Getap). 

Ronei Gaviraghi, produtor em Mangueirinha (PR), conquistou o primeiro lugar na categoria sequeiro com o híbrido AS 1757 PRO4, atingindo a marca de 270 sc/ha.
Ronei Gaviraghi, produtor em Mangueirinha (PR), conquistou o primeiro lugar na categoria sequeiro com o híbrido AS 1757 PRO4, atingindo a marca de 270 sc/ha.

 

“O híbrido escolhido possui estabilidade, segurança, ciclo e porte de plantas que maximizam o potencial produtivo para o Sul do país, além de também contar com sanidade foliar equilibrada para mancha branca e cercóspora, maximizando o potencial produtivo. Tais características foram cruciais para o resultado, além também do uso de soluções Bayer para o manejo, como o fungicida Fox Xpro e o inseticida Connect”, destaca o produtor, que ainda conta que os híbridos da marca Agroeste serão a aposta na próxima safra, sendo o AS 1757 PRO4 o principal. “Fizemos um bom trabalho e seguiremos buscando evoluir. Atrelamos sustentabilidade com produtividade e o resultado não poderia ser outro.” 

Segundo Denis Piazolli, gerente técnico Sul da Bayer, a semente torna-se um fator crucial no aumento ou diminuição da produtividade, uma vez que ela carrega a genética que poderá favorecer o desenvolvimento da planta e ajudar os produtores a minimizarem os riscos relacionados a pragas, doenças e intempéries climáticas. “Entendemos que o híbrido é importante para que a agricultura e o produtor sigam avançando, por isso, nos últimos três anos, lançamos 18 híbridos. Essas inovações possuem maior tolerância ao complexo de enfezamento, um dos principais desafios da agricultura brasileira nos últimos anos em relação a doenças da cultura. Tanto que, entre 2020 e 2023, os híbridos com essa característica evitaram perdas de aproximadamente 3,67 milhões de toneladas de milho na agricultura brasileira.” 

 

O engenheiro agrônomo e agricultor, Fabio Zandonai, de Cristalina (GO), também foi um dos destaques no concurso. Sua escolha certeira foi o híbrido AG 8701 PRO4, da marca Sementes Agroceres, que une tolerância ao complexo de enfezamento e alto potencial produtivo, e possibilitou o produtor conquistar o segundo lugar na categoria irrigado, com uma produtividade de 254,4 sc/ha. Esse híbrido possui, entre as principais características, alto potencial produtivo associado à estabilidade em diversos ambientes de produção, tolerância ao complexo de enfezamento, sanidade de colmo e raiz, amplitude de janela de plantio, além de porte e inserção de espiga. 

Fabio Zandonai, agricultor em Cristalina (GO), conquistou o segundo lugar na categoria irrigado com o híbrido AG 8701 PRO4, alcançando uma produtividade de 254,4 sc/ha.
Fabio Zandonai, agricultor em Cristalina (GO), conquistou o segundo lugar na categoria irrigado com o híbrido AG 8701 PRO4, alcançando uma produtividade de 254,4 sc/ha.

 

“Além da escolha do híbrido e o uso de Climate Fieldview para auxiliar no histórico da área e no ajuste populacional para altas produtividades, as soluções da Bayer para o manejo de doenças foram fundamentais, como o Fox Xpro na prevenção de doenças foliares”, destaca o produtor. Fabio também faz parte do PRO Carbono, iniciativa da companhia que estimula a intensificação de práticas agrícolas sustentáveis. “Sem dúvidas, a adoção de medidas que fomentam a agricultura regenerativa corroborou para o nosso resultado”, finaliza. 

 

Ambos os híbridos escolhidos pelos produtores carregam a biotecnologia VTPRO4, que apresenta três mecanismos de ação acima do solo, que cuidam da planta e da espiga de milho, e dois mecanismos de ação que protegem a raiz, resultando em mais proteção contra as principais pragas da cultura do milho. “Mais de 6,5 bilhões de euros foram investidos globalmente nos últimos três anos em pesquisa e desenvolvimento, o que reforça o nosso compromisso em seguir lançando soluções que ajudam os produtores a lidarem com os problemas da agricultura atual, sejam eles relacionados a intempéries climáticas, doenças, pragas ou plantas daninhas”, reforça o gerente técnico Sul da Bayer. 

 

De acordo com o curador do Getap Milho, Anderson Galvão, apesar dos bons resultados obtidos pelos ganhadores, o ano foi bastante desafiador para o produtor em geral, tanto em relação a produtividade, quanto a rentabilidade. “Ele sofreu com o clima e com os preços poucos atrativos (câmbio). Para que ele seja menos impactado, é preciso pensar estrategicamente em todo o sistema de produção, que envolve todas as culturas que ele possui, além de também adotar boas práticas de manejo, investir em biotecnologias e boas soluções, como ferramentas digitais.” 

 

Concurso de Produtividade Elevada no Campo de Milho 2024

Durante a avaliação, auditores visitaram os produtores e um corpo técnico analisou os dados coletados em campo para identificar os agricultores com maior produtividade, conta Galvão. “A premiação reconhece os agricultores que, mesmo enfrentando condições climáticas adversas em algumas regiões, conseguiram alcançar altos níveis de produtividade. Além disso, os resultados enfatizam a importância de integrar tecnologia, gestão, manejo integrado de pragas e híbridos adequados às condições específicas de cada região e propriedade rural.” 

 

“Os resultados demonstram o potencial do Brasil em dobrar a produção de milho nos próximos 5 a 10 anos, aumentando de cerca de 100 milhões de toneladas para mais de 200 milhões de toneladas. Há uma crescente demanda interna para ração animal e etanol, além do mercado externo,” explica Galvão.

 

Nesta edição, além de Gaviraghi e Zandonai, os outros três agricultores que se destacaram utilizando biotecnologia em milho da Bayer foram: Nilson de Paula Xavier Marchioro (2° lugar milho sequeiro – DKB 235 PRO3), com produtividade 256,3 sc/ha em Ipiranga (PR); Egon Heinrich Milla (3° lugar milho sequeiro – AG 9021 PRO3), 253 sc/ha em Candói (PR); e Bráulio Copetti Casarin (3° lugar milho irrigado – AS 1955 PRO4), 247,1 sc/ha em Boa Vista do Cadeado (RS).

 

Sobre a Bayer

A Bayer é uma empresa global com competências essenciais nas ciências da vida nos setores de agronegócios e saúde. Seus produtos e serviços são projetados para ajudar as pessoas e o planeta a prosperar, apoiando os esforços para superar os principais desafios apresentados por uma população global em crescimento e envelhecimento. A Bayer está comprometida em impulsionar o desenvolvimento sustentável e gerar um impacto positivo em seus negócios. Ao mesmo tempo, o Grupo pretende aumentar o seu poder de ganho e criar valor através da inovação e do crescimento. A marca Bayer representa confiança, confiabilidade e qualidade. O Brasil é a segunda maior operação da companhia no mundo.

 

Declarações Prospectivas

Este comunicado pode conter declarações prospectivas baseadas em suposições e previsões atuais feitas pela administração da Bayer. Vários riscos conhecidos e desconhecidos, incertezas e outros fatores podem levar a diferenças materiais entre os resultados futuros reais, situação financeira, desenvolvimento ou desempenho da empresa e as estimativas fornecidas aqui. Esses fatores incluem aqueles discutidos nos relatórios públicos da Bayer que estão disponíveis no site da Bayer. A empresa não assume qualquer responsabilidade para atualizar essas declarações prospectivas ou adequá-las a eventos ou desenvolvimentos futuros.

 

Informações à imprensa Bayer

JeffreyGroup

agrobayer@jeffreygroup.com


Se você deseja relatar um evento adverso ou fazer uma queixa técnica relacionada a qualquer produto da Bayer S.A.,
por favor, contate o seu médico ou acesse: https://safetrack-public.bayer.com/.
Para obter mais informações sobre benefícios e riscos dos medicamentos acesse: http://pacientes.bayer.com.br/.
Acordo celebrado com o CADE – Saiba Mais: https://www.bayer.com.br/pt/sustentabilidade/acordo-de-controle-em-concentracoes-firmado-com-o-cade