Bayer e Food Tech Hub Br abrem chamada para startups com soluções para combater a perda de alimentos

Iniciativa tem como objetivo identificar empresas disruptivas e que causem forte impacto na cadeia de produção a fim de evitar perdas de frutas e hortaliças

São Paulo (SP), 18 de março de 2021 – Nesta quinta-feira (18), durante o evento virtual Food Tech Expo, a Bayer anunciou, junto do Food Tech Hub Br, o início de uma chamada para selecionar startups brasileiras e latino-americanas que apresentem soluções para diminuir a perda de alimentos em diversas fases da cadeia agrícola. O projeto que recebe o nome de Food Loss Challenge identificará empresas inovadoras que sejam capazes de minimizar prejuízos no setor de hortifrúti — especificamente nas culturas de tomate, melão, folhosas e brássicas, como couve, repolho, nabo, brócolis etc.

 

“Queremos reunir startups que tenham sua atenção voltada para quatro temas prioritários para o desenvolvimento do agronegócio no Brasil, que são: produção, tecnologia agrícola, engenharia genética, transporte e armazenamento. Nosso foco é investir em quem pode oferecer ferramentas inovadoras para a cadeia de frutas e hortaliças, a fim de reduzir as perdas desde o momento em que estes alimentos saem da lavoura até quando elas chegam aos fornecedores, ainda antes de chegar ao varejo”, explica André Fukugauti, gerente de projeto em Inovação Aberta da divisão agrícola da Bayer.

 

Importante mencionar que o desafio proposto prevê que as startups ofereçam soluções para a primeira etapa da cadeia produtiva, onde acontece a perda de alimentos (Food Loss). Ou seja, a ideia é elas desenvolvam ferramentas que possam diminuir a quantidade de itens perdidos durante o ciclo que vai do campo até o armazenamento. Isso significa, que neste primeiro momento, a chamada não contemplará soluções focadas no desperdício de comida (Food Waste) que acontece em grandes varejistas ou na casa dos consumidores.

O período de inscrições para o Food Loss Challenge será de 18 de março de 2021 a 5 de agosto de 2021 e a seleção será composta por quatro etapas, são elas:

 

Etapa I – Inscrição: Cadastro no website www.foodlosschallenge.com.br e envio da inscrição.

 

Etapa II – Início da Qualificação das startups inscritas. Nesta etapa, os organizadores da chamada farão a avaliação dos inscritos e selecionarão um conjunto de startups que seguirão para a etapa III.

 

Etapa III – Seleção das Finalistas. A comissão examinadora poderá solicitar o envio de novas informações das startups qualificadas, para fins de análise complementar. As startups qualificadas serão convidadas, se necessário, a fazer uma apresentação detalhada de seus negócios, podendo conter detalhamento de alguns requisitos já informados previamente, informações novas sobre outros aspectos identificados pelos organizadores ou ainda um vídeo de apresentação da empresa gravado pelos empreendedores.

 

Etapa IV – Divulgação das Finalistas Selecionadas. No dia 29 de setembro, no evento virtual Food Loss Challenge, cada startup finalista apresentará seu negócio para uma banca de avaliação e seleção, composta por membros da agroindústria, venture capital, institutos de pesquisa e universidades, governo e membros independentes dos apoiadores.

“O Food Loss Challenge reflete o movimento de inovação aberta da Bayer como um todo, especialmente em saúde e nutrição, já que seu grande objetivo é incentivar as startups a promoverem soluções para evitar o desperdício de alimentos. Esta é também uma das frentes do Life Hub da Bayer, que se propõe a encontrar soluções para alimentar mais pessoas. É um projeto extremamente conectado ao propósito da Bayer, que é ‘Saúde para todos. Fome para Ninguém’”, destaca Caspar van Rijnbach, Líder de TI e de Transformação Digital da Bayer Brasil.

 

O Food Loss Challenge é a primeira chamada para selecionar startups que a Bayer realiza através do LifeHub São Paulo – hub de inovação aberta inaugurado pela companhia no Brasil em novembro do ano passado e o oitavo da Bayer no mundo. O LifeHub da Bayer Brasil tem como objetivo promover e acelerar soluções e processos inovadores para desafios internos e externos, envolvendo colaboradores, clientes, ecossistema e da sociedade como um todo, em todas as três principais divisões de negócio da empresa – Crop Science, Pharmaceuticals e Consumer Health.

 

Em função deste amplo processo de transformação digital pelo qual a Bayer vem passando e que está sendo acelerado pela pandemia, vários projetos estão sendo pensados e organizados para serem desenvolvidos remotamente. Com o LifeHub São Paulo, a empresa pretende consolidar todos os seus processos, desafios e conhecimento em inovação em um único ecossistema, nos ambientes físico e/ou digital. “Por meio deste centro, a Bayer irá se conectar a startups, fornecedores, clientes, parceiros outros hubs de inovação, institutos, universidades e até com o governo e com a sociedade civil na busca por soluções a problemas internos, de clientes e dos mercados em que atua. Nossa visão de inovação é focada em contribuir para resolver os principais problemas de saúde e nutrição do nosso tempo. E é isso que temos feito”, esclarece Rijnbach.

Paulo Silveira, idealizador do FoodTech Hub Br e responsável por reunir os parceiros do Food Loss Challenge, explica que as quatro categorias do desafio estão diretamente ligadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pelo Pacto Global entre empresas que estão engajadas com a agenda de desenvolvimento.

 

“Em 2015, a Organização das Nações Unidas (ONU) propôs aos seus países membros uma nova agenda de desenvolvimento sustentável para os próximos 15 anos, a Agenda 2030, composta pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Então, este é um esforço conjunto, de países, empresas, instituições e sociedade civil. Os ODS buscam assegurar os direitos humanos, acabar com a pobreza, lutar contra a desigualdade e a injustiça, alcançar a igualdade de gênero e o empoderamento de mulheres e meninas, agir contra as mudanças climáticas, bem como enfrentar outros dos maiores desafios de nossos tempos. O setor privado tem um papel essencial nesse processo como grande detentor do poder econômico, propulsor de inovações e tecnologias, influenciador e engajador dos mais diversos públicos – governos, fornecedores, colaboradores e consumidores. Por isso, a iniciativa Food Loss Challenge, que irá promover ações voltadas à prevenção e redução das perdas de alimentos no Brasil, por meio de uma gestão mais integrada, impacta diretamente também em questões de preservação do meio ambiente e da biodiversidade. Além disso, tem o impacto social, uma vez que esse alimento perdido não chega até a população”, conclui Silveira.

 

Para saber mais, acesse: https://foodlosschallenge.com.br/

125 anos da Bayer no Brasil

A Bayer celebra, em 2021, 125 anos de Brasil. Chegou ao País em 1896, abrindo a primeira fábrica no Rio de Janeiro; Hoje, está presente em mais de 30 cidades, com 6.500 profissionais espalhados de norte a sul. O Brasil é o maior mercado da Bayer na América Latina e local de grandes descobertas na medicina, de novas tecnologias para o campo e de inovações que melhoram a qualidade de vida do brasileiro e contribuem para o desenvolvimento do país.

 

O Grupo está atento aos novos desafios da humanidade, cada vez mais coletivos e que não podem ser solucionados por atores isolados. Por isso, tem investido cada vez mais em modelos de negócios baseados em colaboração, por meio de suas três divisões e do seu primeiro hub de inovação aberta da América Latina, com parcerias relevantes para os negócios.

 

E para construir os próximos 125 anos, mais que fortalecer sua voz, a Bayer quer ampliar sua escuta e entender cada vez melhor as expectativas da sociedade e as necessidades dos clientes: seja o agricultor, o médico, o paciente, o consumidor – e a sua gente, cada vez mais plural e diversa; quer estreitar laços, alinhar expectativas, promover o diálogo, aproximar sua comunicação e construir os próximos passos da empresa junto ao público. Porque Você e Bayer: é bom. Para saber mais, acesse www.bayer.com.br

 

Sobre o Food Tech Hub Br

Criado em 2018, o FoodTech Hub Br é um ecossistema que reúne empresas, universidades e institutos de pesquisa, FoodTech startups, venture capital e órgãos governamentais e não governamentais, com objetivo de fomentar a inovação nos sistemas alimentares através de investimentos em food techs e inovação aberta. O FoodTech Hub Br tem como objetivo capitalizar, mentorizar e modelar empresas disruptivas na cadeia de alimentos.

 

Informações à Imprensa

JeffreyGroup - agrobayer@jeffreygroup.com

Michel Montefeltro - mmontefeltro@jeffreygroup.com

 

Declarações prospectivas

Este comunicado pode conter declarações prospectivas baseadas nas previsões atuais da equipe executiva da Bayer. Diversos riscos, incertezas e outros fatores, conhecidos ou desconhecidos, podem gerar diferenças materiais entre os reais e futuros resultados, situações financeiras, desenvolvimentos e desempenhos da empresa e as estimativas apresentadas aqui. Esses fatores incluem aqueles discutidos nos relatórios públicos da Bayer, disponíveis no site da empresa: www.bayer.com. A companhia se isenta de qualquer responsabilidade pela atualização destas declarações prospectivas e pela precisão de eventos e desenvolvimentos futuros.


Se você deseja relatar um evento adverso ou fazer uma queixa técnica relacionada a qualquer produto da Bayer S.A.,
por favor, contate o seu médico ou acesse: https://safetrack-public.bayer.com/.
Para obter mais informações sobre benefícios e riscos dos medicamentos acesse: http://pacientes.bayer.com.br/.
Acordo celebrado com o CADE – Saiba Mais: https://www.bayer.com.br/pt/sustentabilidade/acordo-de-controle-em-concentracoes-firmado-com-o-cade