AGRO AGORA

Solo em Foco

Plantações vigorosas e alimentos de qualidade dependem de muitos fatores para serem obtidos. Na agricultura moderna, além da atenção às sementes, ao clima e à água, a qualidade do solo também é determinante para se alcançar bons resultados no campo.

O solo é o substrato das plantas, provendo a elas uma matriz de sustentação, além de sua nutrição, hidratação e oxigenação. Dessa forma, o solo pode ser dividido em três grandes fases que ditam suas propriedades: uma fase sólida, composta por partículas rochosas de diferentes tamanhos e matéria orgânica; uma fase líquida, composta por água e nutrientes dissolvidos; e uma fase gasosa, composta por gases retidos, oriundos do ar e outros processos biológicos.

É no solo que se encontram os macro e micronutrientes essenciais para o desenvolvimento das plantas, em grandes ou pequenas quantidades, respectivamente. Os macronutrientes oxigênio, hidrogênio e carbono são retirados da água e do ar, enquanto o nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio e enxofre são retirados do solo. É a partir desses, juntamente com outros micronutrientes, que as plantas formam sua biomassa e garantem suas funções vitais, produzindo açúcares, amido, aminoácidos, proteínas e vitaminas. O solo também abriga muitos microrganismos (fungos, bactérias, protozoários, entre outros) que beneficiam as plantações, contribuindo para a decomposição da matéria orgânica, ciclagem e absorção de nutrientes, defesa contra pragas e doenças, e até mesmo regulando fatores químicos do solo, como a sua salinidade. Além disso, outros fatores químicos (como a acidez do solo), ou físicos (como textura, estrutura, densidade, porosidade e permeabilidade) também ditam as características importantes de um solo fértil e saudável, merecendo atenção nas lavouras.

 

Para ter um solo saudável e produtivo, muitas ferramentas e estratégias são utilizadas na agricultura moderna, como a chamada Agricultura de Precisão (AP). Nessa prática, sensores e aplicativos são usados para monitorar, em tempo real, diversos parâmetros físico-químicos do solo ao longo das plantações, entre eles: a sua compactação, umidade, acidez, salinidade e nutrientes. Dessa forma, é possível agir rapidamente contra possíveis alterações, corrigindo os parâmetros do solo de maneira precisa por meio de rega, fertilização e outras correções necessárias, antes que estes venham a interferir no crescimento das plantas e resultar em perdas irreparáveis na produção agrícola.

 

Outra prática bastante interessante que é empregada por agricultores para manter a qualidade do solo é o chamado Sistema de Plantio Direto (SPD), muito utilizada no Brasil para o cultivo de milho, soja e algodão. Esse sistema consiste no plantio de sementes diretamente em solo coberto de plantas em desenvolvimento e por resíduos vegetais. Essa cobertura não só auxilia a proteger o solo contra o impacto direto da chuva, escorrimento lateral e erosão, como também evita a compactação do solo por tratores, o crescimento de plantas daninhas, perdas de material orgânico, ajuda a manter sua umidade e também melhora a sua composição nutricional, através da decomposição da matéria orgânica em sua superfície. Para se obter uma boa cobertura do solo e maximizar os benefícios desse tipo de plantio, plantas de cobertura como o milheto e a braquiária são frequentemente usadas entre as safras, gerando ganhos de produtividade com o SPD, que chegam à ordem de 10% em alguns tipos de cultivo, como o de algodão.

 

Como vimos, as propriedades biológicas, físicas e químicas ditam as características de um solo saudável para a agricultura, influenciando diretamente na produtividade e na qualidade dos produtos agrícolas. Desse modo, novas tecnologias e práticas de cultivo baseadas em evidências são constantemente implementadas nas plantações, para melhorar o manejo do solo, permitindo a otimização do uso dos insumos, aumento de lucratividade, sustentabilidade, redução dos impactos ambientais, assim como a geração de alimentos de qualidade para a população.

 

REFERÊNCIAS

Ageitec – https://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/milho/arvore/CONTAG01_72_59200523355.html

Embrapa – https://www.embrapa.br/en/trigo/videos/spd

Embrapa - https://www.embrapa.br/en/busca-de-solucoes-tecnologicas/-/produto-servico/5056/recomendacoes-de-cultivo-de-plantas-de-cobertura-para-a-semeadura-direta-do-algodoeiro

Agricultura Moderna – https://www.agriculturamoderna.com.br/usando-o-solo-de-maneira-mais-inteligente/os-beneficios-do-solo-fertil/

CETESB – https://cetesb.sp.gov.br/solo/propriedades/

Revista Globo Rural – https://revistagloborural.globo.com/Tecnologia-no-Campo/noticia/2015/12/o-que-e-agricultura-de-precisao.html

 

Tags: solo, solo saudável, solo produtivo, plantas, SPD.

nm

Gabriel Levin é biólogo e doutor em Biotecnologia pela Universidade de São Paulo.