SAÚDE

Antes de tentar engravidar, futura mamãe precisa cuidar da saúde

Preparativos para a maternidade devem incluir exames de fertilidade e cuidados com a nutrição.

Quero ser mãe, e agora? Se você já se fez essa pergunta, é um ótimo sinal de que pretende se informar e planejar uma gravidez. O sonho de ser mãe envolve muitas inquietações e dúvidas, então nada mais justo que preparar a trajetória materna com atenção e carinho, de maneira antecipada.

 

Quero ser mãe, e agora?

 

O ideal é investir nos preparativos para a maternidade. E aqui não estamos falando de temas como o enxoval e a decoração do quartinho do neném. O tema que deveria ser priorizado é o cuidado com a saúde da futura gestante, para que o corpo da mulher consiga se preparar adequadamente para gerir a nova vida.

 

Fertilidade

Muitos casais podem tentar engravidar e não ter sucesso, por exemplo. De acordo com estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 15% dos casais apresentam infertilidade1. “A infertilidade, que pode ocorrer devido a fatores hormonais ou anatômicos, não é tão incomum e atinge, em média, um em cada seis casais”, afirmou Marina Barbosa, ginecologista associada da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA), em comunicado.

 

Vale a pena destacar que a utilização de algum método contraceptivo pode interferir no período de retorno da fertilidade. A mulher que faz uso de anticoncepcional injetável ou por implante pode ter que esperar de seis a nove meses, para que o ciclo menstrual volte ao patamar de regularidade frequentemente necessário para conseguir engravidar2.

 

No caso da pílula contraceptiva oral, após a interrupção da utilização do medicamento, a fertilidade retorna, mas a menstruação pode levar até três ciclos para regularizar. Já a mulher que usa DIU como método contraceptivo pode conseguir iniciar uma gestação em até dois meses logo após a retirada do dispositivo, pois esse método permite um rápido retorno da fertilidade3.

 

Saúde da mulher

É recomendável que, muito antes da tentativa de engravidar, a mulher busque orientação médica e possa realizar exames para avaliar o estado geral de saúde e questões relacionadas à fertilidade. Por exemplo, a endometriose é uma doença crônica que está entre as principais causas de infertilidade feminina4. No entanto, há vários elementos que podem ter influência na concepção, como obesidade, estresse, consumo de bebidas alcoólicas e cafeína, tabagismo e a reserva ovariana, ou seja, a disponibilidade de óvulos na mulher, entre outros parâmetros que devem ser considerados.

 

Espera-se que a futura mamãe fumante possa, por exemplo, se planejar para largar o tabagismo anos antes de engravidar. “As toxinas do cigarro afetam a qualidade dos óvulos”5, afirmou Arnaldo Cambiaghi, diretor do Centro de Reprodução Humana do Instituto Paulista de Ginecologia Obstetrícia e Medicina da Reprodução (IPGO), em notícia do portal Bebê.

 

Nutrição

Outra questão fundamental para garantir uma gestação saudável é cuidar da nutrição. Durante a gravidez, o corpo da mulher passará por uma fase de grande demanda química e nutricional, graças ao processo de desenvolvimento do feto. A futura mamãe, então, precisa investir em uma alimentação equilibrada, consumindo diariamente frutas, legumes e verduras, além de incluir na dieta os grãos integrais, feijões e sementes, para que o corpo consiga ofertar os nutrientes essenciais para o bebê6. Leia também: Alimentação saudável deve ser uma prioridade para as gestantes.

 

“Alguns suplementos são fundamentais na gestação: ômega 3 (DHA), podendo também encontrar nos alimentos como peixes, nozes e linhaça. O ideal é consumir diariamente os alimentos que forneçam todos os nutrientes necessários e principalmente respeitar a fome e saciedade. E a gestante não está liberada para tudo, é uma fase que requer cuidados específicos. A orientação é que a gestante mantenha o peso ideal estabelecido pelo médico e/ou nutricionista”7, orientou a nutricionista Dra. Pollyana Guimarães, em entrevista à revista Máxima.

 

A Bayer auxilia as mamães que buscam suplementação nutricional, oferecendo Ômega 3 Natele®, um suplemento vitamínico-mineral8 com vitaminas A, B1, B2, B6, B12, C, D, E, nicotinamida, ácido fólico, cálcio, ferro e zinco, que é indicado para o período pré-gestacional, de gravidez e lactação.

 

* Ômega 3 Natele. SUPLEMENTO ALIMENTAR EM CÁPSULAS GELATINOSAS. Recomendação de uso: para gestantes e lactantes, consumir 1 cápsula ao dia ou conforme recomendação médica. ESTE PRODUTO NÃO É UM MEDICAMENTO. NÃO EXCEDER A RECOMENDAÇÃO DIÁRIA DE CONSUMO INDICADA NA EMBALAGEM. MANTENHA FORA DO ALCANCE DE CRIANÇAS. ALÉRGICOS: CONTÉM DERIVADOS DE PEIXE, CONTÉM AMENDOIM E SOJA.  NÃO CONTÉM GLÚTEN.

 

Tags: gestação, maternidade, gravidez, saúde, nutrição, infertilidade.

 

Referências

1https://sbra.com.br/noticias/estilo-de-vida-pode-provocar-infertilidade/

2https://sbra.com.br/noticias/anticoncepcional-entenda-a-relacao-entre-o-contraceptivo-a-fertilidade-da-mulher

3https://www.uol.com.br/vivabem/colunas/larissa-cassiano/2021/04/27/tipos-de-diu.htm

4https://sbra.com.br/noticias/marco-amarelo-sbra-recomenda-manter-tratamento-para-infertilidade-de-pacientes-com-endometriose-apesar-da-pandemia/

5https://bebe.abril.com.br/gravidez/coisas-voce-precisa-saber-aos-20-se-quer-ser-mae-aos-30/

6https://www.bayer.com.br/pt/blog/alimentacao-saudavel-deve-ser-uma-prioridade-para-as-gestantes

7https://maxima.uol.com.br/noticias/saude-e-bem-estar/verdade-ou-mito-uma-mulher-gravida-come-mesmo-por-dois-nutricionista-da-dicas-de-alimentacao-para-gestantes.phtml

8https://www.bayer.com.br/pt/produtos-bayer-de-a-a-z/omega-3-natele