CIÊNCIA & INOVAÇÃO

Pioneiros da transparência em ciência

Mais do que nunca, somos responsáveis por manter um diálogo aberto sobre a ciência que fazemos.

Minha ligação com o mundo da ciência aplicada começou cedo. Meu avô, químico e homem de negócios, fazia experimentos simples que me encantavam e davam clareza sobre aplicações práticas dos conhecimentos que ele tinha. Mal sabia eu da importância que tinha a forma transparente com a qual ele conduzia nossos momentos de experimentos juntos.

 

Mais de 30 anos depois, me encontro na Bayer, uma empresa de ciências da vida, trabalhando diretamente com ciência e, igualmente importante, com as diversas formas de comunicá-la para que ela seja também mais clara e transparente para todos. E me alegro em ver como a empresa leva esse aspecto a sério. Ilustro com um exemplo.

 

Uma queixa comum – e justa – da sociedade envolve o fato de que, historicamente, muitos relatórios de estudos conduzidos pela indústria eram fechados, em especial aqueles sobre a segurança de produtos, ficando acessíveis a poucos membros de agências regulatórias. Naturalmente, isso gerava dúvida sobre os resultados e as conclusões desse tipo de pesquisa. Há mais de três anos, a Bayer decidiu mudar isso de maneira bastante pioneira.

 

Fomos a primeira empresa na indústria a criar uma plataforma dedicada à transparência (conheça aqui), que permite acesso a relatórios de segurança avaliados pelas agências regulatórias. São centenas de estudos que estão disponíveis online, referentes a dezenas de compostos que são utilizados em defensivos agrícolas – além de culturas geneticamente modificadas. Assim, hoje, em plena era da informação e em meio a tantas #fakenews, estamos sendo exemplo de conduta na comunicação da nossa ciência, tão importante para a comunidade científica, produtores e a sociedade em geral.

 

Nessa mesma linha, eu tenho um convite para você: visite o nosso site recém-lançado de Assuntos Científicos para a divisão agrícola da empresa na América Latina! Com conteúdos em português e espanhol, a plataforma disponibiliza notas, documentos explicativos, vídeos, artigos e conteúdos técnicos sobre tecnologia, inovação e boas práticas para uma agricultura sustentável. Além disso, no estande virtual, os visitantes têm uma experiência em ambiente físico simulado, podendo visitar o auditório, participar de conferências ou ler publicações na biblioteca científica. Inclusive, vale um destaque pra nossa produção científica, bastante expressiva: desde 2000, a companhia registrou 13 mil publicações científicas, com 7.300 artigos publicados por profissionais da divisão agrícola e mais de 250 trabalhos com parceiros da América Latina.

 

E momento mais oportuno para falarmos disso não há. O relatório Trust Barometer 2021, produto de uma pesquisa feita pela Edelman (empresa de marketing e relações públicas) com mais de 33 mil entrevistados em 27 países, concluiu que “empresas se tornam a única instituição de confiança”. No caso do Brasil, uma informação ainda mais forte: “empresas agora são a única instituição vista como competente e também ética”. Esse certamente é um reforço do grande papel e da responsabilidade que temos, como líderes de mercado, em nos mantermos como uma instituição na qual a sociedade confia.

 

Eu realmente amo o que faço e sou apaixonado em poder ainda manter minha ligação de tantos anos com ciência e negócios. Sinto muito orgulho em fazer parte de uma empresa que tem como missão “Ciência para uma Vida Melhor” e, como compromisso, a transparência.

Gustavo BelchiorGustavo Belchior é biólogo, doutor em bioquímica e comunicador científico. Atualmente é o Gerente de Assuntos Científicos Regulatórios para o Brasil na Bayer Crop Science. Apaixonado por família, ciência e ioga.