MUNDO AGRO

Participe da premiação que valoriza produtoras rurais

A quarta edição do Prêmio Mulheres do Agro está com inscrições abertas até o dia 20 de agosto.

As mulheres estão ganhando cada vez mais visibilidade no agronegócio. Exemplos de liderança feminina e gestão no campo inspiram e encorajam outras mulheres a buscarem avanços nas carreiras agropecuárias. E não é só isso: elas também disseminam práticas sustentáveis que colaboram para a evolução do setor.

 

Participe da premiação que valoriza produtoras rurais

 

Para fortalecer ainda mais esse movimento de protagonismo feminino no campo brasileiro, está sendo realizada a quarta edição do Prêmio Mulheres do Agro, visando reconhecer práticas agropecuárias inovadoras que valorizem os pilares da sustentabilidade – econômico, social e ambiental.

 

O concurso, promovido pela Associação Brasileira do Agronegócio (Abag) e pela Bayer, está com inscrições abertas até o dia 20 de agosto, pelo site www.premiomulheresdoagro.com.br. Podem participar as produtoras rurais que sejam proprietárias ou gestoras de pequenas, médias ou grandes propriedades agropecuárias que, de alguma maneira, estejam à frente da gestão da propriedade.

 

Participe! O processo é online e gratuito. Basta preencher o formulário de inscrição com as informações pessoais da produtora e do negócio rural. Quer ver como fazer a inscrição? Veja abaixo o passo a passo no tutorial criado pela Aretuza Negri, uma das embaixadoras do Prêmio Mulheres do Agro. Neste ano, a premiação está sendo representada por 11 embaixadoras. Elas são produtoras rurais comprometidas com a valorização da mulher no campo, que colaboram para engajar outras mulheres e estimular inscrições no concurso.

 

 

O Prêmio Mulheres do Agro, promovido desde 2018, já contou com mais de 550 produtoras inscritas e 27 vencedoras. A quarta edição, em 2021, terá seu resultado anunciado virtualmente durante o 6º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio, com realização prevista para ocorrer entre 25 e 27 de outubro, em versão online.

 

Tradicionalmente, a premiação tem relevado histórias emocionantes de mulheres que aliam sucesso e paixão pelo agronegócio. Luciana Abeid Ribeiro Dalmagro, por exemplo, é graduada e mestre em Farmácia, mas a tradição familiar falou mais alto, e ela optou por trabalhar no campo.

 

Apaixonada pela avicultura e por práticas sustentáveis, ela investe em tecnologias para geração de energia solar, biocompostagem dos resíduos do aviário e reaproveitamento de água das chuvas. “Sou a quinta geração de produtores na nossa propriedade e não estou aqui por inércia. Eu escolhi ser produtora rural”, afirmou.

 

Luciana foi vencedora do prêmio Mulheres do Agro em 2020, com o 1º lugar na categoria grande propriedade. “Hoje me sinto muito realizada e fico mais feliz por receber esse prêmio levantando essa bandeira tão importante, que é a sustentabilidade”, disse a produtora. Confira depoimentos das nove vencedoras da premiação realizada em 2020: Produtoras inspiram a liderança feminina no campo.

 

A Bayer tem como pilar estratégico a Inclusão e a Diversidade, sendo que a equidade de gênero é um dos temas defendidos pela empresa. Leia mais: Bayer promove ações de valorização das mulheres. A companhia desenvolve inúmeras ações para fortalecer o protagonismo feminino. Entre as iniciativas, vale a pena destacar a websérie Ser Agro É Bom, que apresentou depoimentos em vídeo de produtoras que venceram o Prêmio Mulheres do Agro. Assista aos vídeos.

 

Tags: mulheres do agro, prêmio, protagonismo feminino, agronegócio, campo, sustentabilidade.