SAÚDE

A importância da paixão pelo que fazemos e seu reflexo na carreira

Nada fará sentido na sua caminhada profissional se você não gostar do que faz. Identificar asa suas aptidões e habilidades e entender como fazer a diferença tornará prazerosa a sua trajetória.

Iniciei na Bayer como estagiária em junho de 2011. Agora, ao completar dez anos na empresa, vejo o quanto cresci como pessoa e profissional nesta jornada.

 

Nos meus primeiros dias de trabalho, percebia que minha mente estava de alguma forma abrindo, e sentia meu cérebro se expandindo em uma explosão de conhecimento e experiências inimagináveis. Comecei a entender que, a cada dia, que eu ia buscando conhecimento e sendo capacitada, eu poderia entregar o meu melhor para os nossos clientes e contribuir para a agricultura brasileira.

 

Já como analista, certo dia tivemos um surto de pragas de lagartas por todo o Mato Grosso. Os clientes nos ligavam desesperados, em busca de produto para contê-las. Porém, não tínhamos volume suficiente para todos. Assim, fui apresentada a uma realidade em que, nos momentos de crise, eu também precisava contribuir, seja acalmando, avaliando os casos mais críticos, ou simplesmente sendo compreensiva e ouvindo. Então, tomei uma decisão que iria mudar a minha vida, que foi: “eu amo fazer isto e quero continuar aqui!”.

 

Esse senso de pertencimento era, é e sempre será a melhor sensação de estar em Customer Service. Eu sei que posso contribuir e, a cada dia, consigo aprender algo novo, seja com o cliente, com o time de vendas, com os meus gestores, pares ou com as demais áreas de suporte.

 

Sempre estive alocada na diretoria na cidade de Goiânia, Goiás, até que a minha rotina teve uma reviravolta inesperada. Em 2020, fomos comunicados previamente de que a nossa área teria centralização em São Paulo a partir de abril de 2021 e de que, para continuarmos operando, seria necessária a mudança de cidade. Seria essa a hora de mudar o meu caminho e deixar a empresa? Existem momentos que nos questionamos se realmente estamos no caminho certo ou se é a hora certa de mudar, e este foi um deles.

 

Felizmente, essa ruptura não foi necessária pois tive a honra de ser convidada para assumir o cargo de coordenação do time, dando suporte para as três diretorias de vendas. Desafio aceito! Com isso, e juntamente com o meu esposo, embarcamos para São Paulo. Hoje, lidero um time de 12 pessoas que são minha fonte diária de inspiração, e trabalho para que eles possam receber o meu melhor e sejam um time de excelência. O meu foco é levar cada um deles a entender como se apaixonar pelo que fazem e alcançarem as suas aspirações.

Geovana VilelaGeovana Vilela é coordenadora de Customer Service, casada com o Caio, e apaixonada por passar momentos de lazer com a família e amigos. “O que me deixa verdadeiramente feliz é estar perto de pessoas que amo, colecionando momentos de boas gargalhadas, além de descobrir novos lugares gastronômicos pela cidade”.