MELHORANDO VIDAS

Saúde mental é prioridade para atenuar efeitos da pandemia

Apoio psicológico ajuda a lidar com sentimentos como o medo e a ansiedade desencadeados pela crise do coronavírus e prevenir o desenvolvimento de transtornos mentais.

A pandemia do coronavírus impôs à sociedade uma difícil fase de incertezas, notícias negativas e caos para as economias globais. Além disso, o distanciamento social e sentimentos como medo, angústia, irritabilidade, ansiedade, sensação de impotência e desamparo podem provocar grande sofrimento psíquico. Por isso, é fundamental reforçar os cuidados com a saúde mental.

 

Janeiro Branco

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), há públicos mais vulneráveis ao sofrimento mental durante a pandemia, especialmente as crianças, jovens isolados de amigos e da escola e profissionais de saúde atuando na linha de frente de combate ao coronavírus. “A saúde mental e o bem-estar de sociedades inteiras foram seriamente impactados por esta crise e são uma prioridade a ser abordada urgentemente”, disse Devora Kestel, diretora do departamento de saúde mental da OMS, divulgou o portal G1.

 

A OMS estima que mais de 300 milhões de pessoas sofrem de depressão e esse transtorno é a principal causa de incapacidade no mundo. Nas Américas, uma a cada quatro pessoas sofre com alguma doença mental ou abuso no uso de substâncias durante a vida. Além disso, o Brasil lidera o ranking de transtornos de ansiedade no mundo. São 18,6 milhões de brasileiros ansiosos, o que corresponde a 9,3% da população.

 

Neste mês, está sendo conduzida a 8ª edição da campanha Janeiro Branco, com o lema “Todo Cuidado Conta”, iniciativa que promove ações em saúde mental, convidando a população a refletir ainda mais sobre os cuidados com o lado psicológico. A Bayer valoriza a saúde mental e desenvolve várias ações para amparar emocionalmente os seus colaboradores e parceiros.

 

Conte comigo!

A Bayer mantém o programa Conte Comigo, que dispõe de atendimento de suporte psicológico, apoio social, consultoria jurídica e financeira para os colaboradores e seus dependentes. A iniciativa foi ampliada e, em 2021, passa a oferecer também coaching de saúde e bem-estar, assistência pedagógica, suporte veterinário para animais de estimação e apoio para pessoas com deficiência.

 

Outra novidade é que os pais dos colaboradores Bayer também foram incluídos no programa Conte Comigo e já podem ser atendidos. Todos os interessados podem entrar em contato pelo telefone 0800 940 5115, e-mail eap@carelink.com.br ou até mesmo receber atendimento da assistente virtual Sofia via WhatsApp, pelo número (21)2042-0527.

 

 

A crise deflagrada pelo coronavírus provocou perdas de entes queridos e prejuízos diversos em todo o mundo. Por outro lado, a pandemia trouxe maior visibilidade ao tema da saúde mental. As pessoas estão cada vez mais interessadas em priorizar a saúde, adotar medidas de autocuidado e valorizar o bem-estar. Isso pode trazer mudanças positivas no longo prazo.

 

Segundo Marcelo Demarzo, especialista em saúde mental, a pandemia pode representar uma oportunidade para as pessoas aprenderem a lidar melhor com as emoções. “Sentir emoção é natural da vida, tem uma função evolutiva. O medo é uma informação. Nosso corpo recebe a informação de que algo está nos ameaçando, então podemos lidar de maneira mais consciente com esse sentimento, fazer escolhas mais realistas. Fugir das nossas emoções ou senti-las em excesso é que pode ser um problema”, afirmou em reportagem da Folha de São Paulo.

 

Tags: saúde mental, janeiro branco, depressão, ansiedade, transtornos mentais.