28/12/2016

WeedScout primeiro app para identificar plantas daninhas por meio de imagens de celular

O aplicativo de reconhecimento de plantas daninhas é uma das tecnologias da Bayer para apoio na tomada de decisão no campo.
Já disponível nas lojas de aplicativos, o WeedScout funciona de maneira colaborativa para enriquecer o banco de imagens conforme dados fornecidos pelos usuários.

Digital Farming é a nova revolução da agricultura moderna, uma tendência que promete mudar a forma de gerenciar as fazendas por meio de diversas tecnologias que possibilitam a tomada de decisão mais assertivas. E nesse cenário a Bayer busca sempre inovar para oferecer as melhores soluções aos produtores, por isso lança o aplicativo WeedScout, que reconhece plantas daninhas por meio de imagens tiradas com o celular. Com este app os produtores têm a possibilidade de identificar as plantas daninhas ainda nos estágios iniciais, quando o controle é mais fácil.

Nas últimas décadas, o desenvolvimento de plantas resistentes e de difícil controle tem tirado o sono dos agricultores. E com o WeedScout, ele poderá contar com um auxílio no combate à resistência uma vez que, ao reconhecer a matocompetição, mune o produtor de informações necessárias para que ele use o defensivo agrícola mais adequado. Com mais de 30 mil imagens registradas, o aplicativo conta um sistema de atualização colaborativa, ou seja, utiliza as fotos tiradas pelos usuários para aprimorar os seus algoritmos.

“A planta daninha é uma ameaça que pode prejudicar qualquer lavoura. Por isso, é imprescindível que a base de dados do aplicativo seja ampla, quanto mais imagens mais plantas serão identificadas e com maior precisão. É isso que aumentará a assertividade de identificação das espécies que já estão no WeedScout e a capacidade de reconhecer novas espécies. E queremos que isso seja feito de forma colaborativa”, comenta André Felli, gerente de Desenvolvimento de Negócios de Digital Farming da Bayer.

Fruto de um projeto global, este aplicativo - disponível para Android e iOS -, possui algorítimos de reconhecimento para as pincipais espécies de plantas daninhas. “Para formar este banco de dados, foram tiradas mais de 30 mil fotos em todo o mundo”, conta Felli. O WeedScout funciona sob o conceito de MVP, sigla em inglês para Minimum Viable Product, ou seja, mesmo depois de disponibilizado, o app continua a ser aprimorado de acordo com a experiência dos ususários. “Temos um time de pesquisadores especializados no tema que fazem a validação e aprimoramento dos algoritmos baseados no banco de dados conforme novas imagens são geradas”, completa o executivo.

Apps em destaque no campo

Com este aplicativo, assim como todas as iniciativas de Digital Farming, a Bayer dá mais um passo no desenvolvimento da agricultura digital. Além de defensivos e sementes, a empresa está desenvolvendo novos serviços e soluções para aperfeiçoar o trabalho no campo que ainda possui muitas oportunidades para avançar com o uso de tecnologias adaptadas para o segmento. “Em uma pesquisa feita com produtores de todo o Brasil, apontou-se que entre as três principais preocupações no campo, uma delas é manejo de plantas, pragas e doenças, outra é a previsão de clima e por último a preocupação com os custos. E queremos estar ao lado deles para apoiá-los com soluções que irão atender exatamente estes pontos ”, explica André Salvador, diretor de Digital Farming no Brasil.

Para aumentar a produtividade agrícola e combater as resistência de plantas daninhas, além do WeedScout, a Bayer encabeça o projeto Diversidade é o Futuro (www.diversidadeeofuturo.bayer.com.br), uma ação global para aumentar a produtividade agrícola e a geração de alimentos seguros a longo prazo, oferecendo soluções personalizadas para o controle de plantas daninhas com a promoção das melhores práticas de manejo de plantas daninhas.

A gama de produtos digitais da Bayer ainda vai além. Com o app Bayer Agro o produtor tem todo o portfólio da empresa na palma da mão, ele tem acesso offline à lista de produtos, bulas e um guia de doenças identificadas por imagens. O Alion, herbicida lançado em 2016, também possui o seu próprio app no qual é possível encontrar o passo a passo pra a tilização do defensivo, desde o plantio até como ter o melhor manejo da cultura em formato de realidade aumentada. Para auxiliar os produtores com as questões climáticas a empresa também oferece o serviço do Alertas Bayer (www.alertas.bayer.com.br), que informa o produtor sobre as ocorrências de chuvas na sua região e a probabilidade de incidência de doenças e pragas na lavoura.

Essas e outras iniciativas de Digital Farming para o desenvolvimento da agricultura de precisão com o uso de aplicativos para tablets e smartphones, estações meteorológicas, armadilhas de insetos, drones para captura de imagens, telemetria, modelagem de previsão climática e sensores remotos mostram os esforços da empresa neste emergente campo.

Bayer: Science For A Better Life (Ciência para uma Vida Melhor)

A Bayer é uma empresa global focada em Ciências da Vida nas áreas de cuidados com a saúde humana, animal e agricultura. Seus produtos e serviços são desenvolvidos para beneficiar as pessoas e melhorar sua qualidade de vida. Além disso, a companhia objetiva criar valor por meio da inovação. A Bayer é comprometida com os princípios do desenvolvimento sustentável e com suas responsabilidades sociais e éticas como uma empresa cidadã. Em 2015, o grupo empregou cerca de 117 mil pessoas e obteve vendas de € 46.3 bilhões. Os investimentos totalizaram € 2.6 bilhões e as despesas com Pesquisa & Desenvolvimento somaram € 4.3 bilhões. Esses números incluem os negócios de polímeros de alta tecnologia, que foram lançados no mercado de ações como companhia independente nomeada Covestro, em 06 de outubro de 2015.

Para mais informações sobre a divisão Crop Science, acesse nosso site: www.bayer.com.br e os nossos canais nas redes sociais: Facebook (www.facebook.com/BayerCropScience.BR); Twitter (@Bayer4CropsBR); YouTube (www.youtube.com/BayerCropScienceBR).

Informações à imprensa

S2Publicom – Assessoria de Imprensa

Carlos Nascimento Jr. – carlos.nascimento@s2publicom.com.br
Telefone: (11) 3027- 0210 / 98459-5253
Rogério Sousa – rogerio.sousa@s2publicom.com.br
Telefone: (11) 3531-4961 / 99995-8329
Isadora Mota – isadora.mota@s2publicom.com.br
Telefone: (11) 3027-0265 / 99624-8253
Isadora Mota – joelma.amaral@s2publicom.com.br
Telefone: (11) 3531-4957 / 98335-0082

Telefone: (11) 3027- 0210 / 98459-5253
Rogério Sousa – rogerio.sousa@s2publicom.com.br
Telefone: (11) 3531-4961 / 99995-8329
Isadora Mota – isadora.mota@s2publicom.com.br
Telefone: (11) 3027-0265 / 99624-8253
Isadora Mota – joelma.amaral@s2publicom.com.br
Telefone: (11) 3531-4957 / 98335-0082

Bayer - Comunicação Brasil

Ana Cláudia Gallo – anaclaudia.gallo@bayer.com
Telefone (11) 5694-5135
Paulo Pereira – paulo.pereira@bayer.com
Telefone (11) 5694-5947/ 98338-7313

Declarações antecipadas quanto ao futuro

Este press release pode conter declarações quanto ao futuro baseadas em suposições e previsões atuais feitas pela administração do Grupo Bayer ou suas divisões de negócios. Diversos riscos conhecidos e desconhecidos, incertezas e outros fatores podem causar diferenças relevantes entre os reais resultados futuros, situação financeira, desenvolvimento ou desempenho da Empresa e as estimativas aqui fornecidas. Tais fatores incluem aqueles discutidos nos relatórios públicos da Bayer disponibilizados em seu website www.bayer.com. A Empresa não assume responsabilidade alguma pela atualização de tais declarações antecipadas quanto ao futuro nem sua adaptação a eventos ou desenvolvimentos futuros.