03/09/2018

Justiça brasileira mantém acesso de agricultores a agroquímicos

Monheim / St. Louis, 3 de setembro de 2018 - A Bayer recebe positivamente a decisão emitida hoje pela Justiça Federal Brasileira que garante que os produtores brasileiros continuem a ter acesso aos herbicidas à base de glifosato e outros defensivos agrícolas.

“Esta decisão é uma boa notícia para os produtores brasileiros, que contam com herbicidas à base de glifosato para controlar plantas daninhas e cultivar com segurança e eficácia”, disse Liam Condon, integrante do Conselho Administrativo da Bayer AG e Presidente da Divisão de Crop Science. "O glifosato ajuda os agricultores no manejo do campo, com menor impacto no solo e menos emissão de carbono".

Em 3 de agosto de 2018, uma juíza brasileira emitiu uma liminar que poderia ter proibido o registro e o uso de herbicidas à base de glifosato e vários outros defensivos agrícolas no país, incluindo os princípios ativos tiram e abamectina.

Com a cassação da liminar, o fungicida para tratamento de sementes Derosal Plus®, assim como o fungicida Protreat®, fabricado pela Novozymes e distribuído pela Bayer por acordo comercial, também seguem sendo comercializados normalmente.

A liminar não foi uma decisão sobre a segurança dos princípios ativos, mas em relação aos alegados atrasos nas revisões regulatórias rotineiras dos defensivos agrícolas.

Na segunda-feira, a Justiça Federal Brasileira decidiu a favor de uma medida imposta pelo governo federal para anular a liminar antes de entrar em vigor e garantir que os produtores brasileiros possam continuar a usar produtos à base de glifosato, tiram e abamectina.

Agência Ideal HKS - Assessoria de Imprensa da Monsanto do Brasil
Guilherme Soares – guilherme.soares@idealhks.com (11) 3383-8751/ (11) 99135-9788
Michel Montefeltro – michel.montefeltro@idealhks.com (11) 3383-8717/ (16) 99975-0309
Tassia Stavela – tassia.stavela@idealhks.com (11) 4572-3862/ (11) 99449-7585

Bayer – Comunicação Brasil Paulo Pereira – paulo.pereira@bayer.com (11) 5694-5947 / 98338-7313
Catharina Pires – catharina.pires@bayer.com (11) 3383-8694 / 98249-1161

Declarações prospectivas
Certas declarações aqui contidas podem constituir “declarações prospectivas”. Os resultados reais podem diferir de forma relevante dos projetados ou previstos nas declarações prospectivas. Os fatores que podem fazer com que os resultados reais difiram de forma relevante incluem os seguintes: o risco de que as partes sejam incapazes de alcançar as sinergias e eficiências operacionais esperadas da fusão dentro dos períodos de tempo esperados (ou que sequer o consigam) e de integrar com êxito as operações da Monsanto Company (“Monsanto”) às da Bayer Aktiengesellschaft (“Bayer”); tal integração pode ser mais difícil, demorada ou custosa do que o esperado; as receitas após a operação podem ser mais baixas do que o esperado; os custos operacionais, a perda de clientes e a interrupção dos negócios (incluindo dificuldades em manter relacionamentos com funcionários, clientes ou fornecedores) podem ser superiores ou mais relevantes do que o esperado após a operação; a retenção de certos funcionários-chave da Monsanto; a capacidade das partes de cumprir com as expectativas relativas aos tratamentos contábil e tributário da fusão; o impacto de refinanciar empréstimos assumidos para a operação, o impacto da dívida assumida pela Bayer com relação à operação e o potencial impacto da classificação da dívida da Bayer; os efeitos da combinação dos negócios da Bayer e da Monsanto, incluindo a condição financeira, resultados operacionais, estratégia e planos futuros da empresa combinada; outros fatores detalhados no Relatório Anual da Monsanto no “Form 10-K” arquivado junto à Securities and Exchange Commission dos EUA (“SEC”) para o exercício findo em quinta-feira, 31 de agosto de 2017 e outros arquivamentos da Monsanto junto à SEC, disponíveis em http://www.sec.gov e no website da Monsanto, em www.monsanto.com; e outros fatores discutidos nos relatórios públicos da Bayer, que estão disponíveis no website da Bayer, em www.bayer.com. A Bayer não assume qualquer obrigação de atualizar as informações aqui contidas, exceto conforme exigido por lei. Os leitores são advertidos a não depositar confiança indevida nessas declarações prospectivas, que se referem somente à data atual.