13/10/2017

Bayer assina acordo para vender parte dos negócios da Crop Science para a BASF por EUR 5,9 bilhões

O pacote inclui o negócio global de glufosinato de amônio e parte das atividades de sementes.
  • Ativos geraram vendas totais no valor de EUR 1,3 bilhão em 2016.
  • A venda está sujeita ao fechamento bem-sucedido da aquisição da Monsanto pela Bayer.
  • A BASF se comprometeu a manter o emprego de todos os colaboradores permanentes transferidos por pelo menos três anos após o fechamento.

 

Leverkusen, 13 de outubro de 2017 – À luz da aquisição planejada da Monsanto, a Bayer assinou um acordo para vender parte dos negócios da Crop Science à BASF por EUR 5,9 bilhões. Os ativos a serem vendidos geraram vendas líquidas de aproximadamente EUR 1,3 bilhão em 2016. “Estamos adotando uma abordagem ativa para lidar com potenciais preocupações regulatórias com o objetivo de facilitar o fechamento bem-sucedido da operação com a Monsanto”, explicou Werner Baumann, presidente do Conselho de Administração da Bayer AG. “Ao mesmo tempo, estamos satisfeitos que, na BASF, encontramos um comprador forte para nossos negócios e que continuará atendendo às necessidades dos produtores e a oferecer aos nossos colaboradores perspectivas de longo prazo". A operação está sujeita às aprovações regulatórias e também ao fechamento bem-sucedido da aquisição da Monsanto pela Bayer.

 

Os ativos a serem vendidos incluem o negócio global de glufosinato de amônio da Bayer e a tecnologia LibertyLink™ para tolerância a herbicidas, essencialmente todos os negócios de sementes de culturas de campo da empresa, bem como as respectivas capacidades de pesquisa e desenvolvimento. Os negócios de sementes que estão sendo desinvestidos incluem o negócio global de sementes de algodão (excluindo Índia e África do Sul), os negócios norte-americano e europeu de sementes de canola e também o negócio de sementes de soja. A operação inclui a transferência da propriedade intelectual e instalações relevantes, bem como mais de 1.800 colaboradores, principalmente nos Estados Unidos, Alemanha, Brasil, Canadá e Bélgica. Como parte do acordo, a BASF se comprometeu a manter todos os cargos permanentes, em condições similares, durante pelo menos três anos após o fechamento da operação.

 

“Somos muito gratos aos nossos colaboradores, que desempenharam um papel fundamental no sucesso desses negócios ao longo dos anos”, disse Baumann. “Ao mesmo tempo, estamos conscientes da necessidade de abordar certas sobreposições no portfólio combinado de produtos da Bayer e da Monsanto”. A Bayer continua a trabalhar de forma diligente juntoàs autoridades competentes com o objetivo de fechar a aquisição planejada da Monsanto no início de 2018.

 

“Com esta aquisição, estamos aproveitando a oportunidade para comprar ativos altamente atraentes em cultivos de linha e mercados-chave. Estamos ansiosos para expandir esses negócios inovadores e rentáveis e para receber a equipe experiente e dedicada em proteção de culturas, sementes e traits. Esses negócios são uma excelente combinação para o portfólio do Grupo BASF”, comentou Kurt Bock, presidente do Conselho de Administração da BASF SE.

 

“Estou muito contente que, na BASF, a Bayer tenha selecionado um comprador que, como nossa empresa, atribui grande importância à parceria social e valoriza seus colaboradores. Fico satisfeito com o fato de a BASF se comprometer a oferecer condições de emprego comparáveis aos nossos colegas”, disse Oliver Zühlke, presidente da Comissão Central de Trabalhadores da Bayer.

 

A Bayer continua a possuir, operar e manter esses negócios até o encerramento deste desinvestimento. Após o fechamento da aquisição planejada da Monsanto, a Bayer permanecerá ativa nas mesmas áreas como resultado dos programas, produtos e ofertas atuais da Monsanto.

 

O preço de base da compra, de EUR 5,9 bilhões, exclui o valor de qualquer capital de giro líquido e estará sujeito a ajustes habituais no fechamento, incluindo o valor de quaisquer inventários transferidos para a BASF. A Bayer utilizará os recursos líquidos do desinvestimento anunciado para refinanciar parcialmente a aquisição planejada da Monsanto. A Bayer fornecerá uma atualização a respeito das sinergias totais esperadas da aquisição da Monsanto após o fechamento da operação.

 

A BofA Merrill Lynch e o Credit Suisse atuam como consultores financeiros da Bayer. Os assessores jurídicos da Bayer são a Sullivan & Cromwell, Dentons, Cohen & Grigsby e a Redeker, Sellner & Dahs.

 

Bayer: Science For A Better Life (Ciência para uma Vida Melhor)

A Bayer é uma empresa global focada em Ciências da Vida nas áreas de cuidados com a saúde humana, animal e agricultura. Seus produtos e serviços são desenvolvidos para beneficiar as pessoas e melhorar sua qualidade de vida. Além disso, a companhia objetiva criar valor por meio da inovação. A Bayer é comprometida com os princípios do desenvolvimento sustentável e com suas responsabilidades sociais e éticas como uma empresa cidadã. Em 2015, o grupo empregou cerca de 117 mil pessoas e obteve vendas de € 46.3 bilhões. Os investimentos totalizaram € 2.6 bilhões e as despesas com Pesquisa & Desenvolvimento somaram € 4.3 bilhões. Esses números incluem os negócios de polímeros de alta tecnologia, que foram lançados no mercado de ações como companhia independente nomeada Covestro, em 06 de outubro de 2015.

 

Para mais informações sobre a divisão Crop Science, acesse nosso site: www.bayer.com.br e os nossos canais nas redes sociais: Facebook (www.facebook.com/BayerCropScience.BR); Twitter (@Bayer4CropsBR); YouTube (www.youtube.com/BayerCropScienceBR).

 

Informações à imprensa

Weber Shandwick – Assessoria de Comunicação

Carlos Nascimento Jr. – cnascimento@webershandwick.com

Telefone: (11) 3027- 0210 / 98459-5253

Joelma Amaral – jamaral@webershandwick.com

Telefone: (11) 3531-4957 / 98335-0082

 

Bayer – Comunicação Brasil

Aline Pasetchny – aline.pasetchny@bayer.com

Telefone (11) 5694-4278/ 98952-1888

Paulo Pereira – paulo.pereira@bayer.com

Telefone (11) 5694-5947/ 98338-7313

 

Declarações Prospectivas

Certas declarações aqui contidas podem constituir “declarações prospectivas”. Os resultados reais podem diferir de forma relevante dos projetados ou previstos nas declarações prospectivas. Os fatores que podem fazer com que os resultados reais difiram de forma relevante incluem os seguintes: incertezas quanto ao momento da operação; a possibilidade de que as partes sejam incapazes de alcançar as sinergias e eficiências operacionais esperadas da fusão dentro dos períodos de tempo esperados, ou que sequer o consigam, e de integrar com êxito as operações da Monsanto às da Bayer; tal integração pode ser mais difícil, demorada ou custosa do que o esperado; as receitas após a operação podem ser mais baixas do que o esperado; os custos operacionais, a perda de clientes e a interrupção dos negócios (incluindo, sem limitação, dificuldades em manter relacionamentos com colaboradores, clientes ou fornecedores) podem ser superiores ao esperado após o anúncio da operação; a retenção de certos colaboradores-chave da Monsanto; os riscos associados à distração da atenção da administração de operações comerciais em andamento por causa da operação; as condições para a conclusão da operação podem não ser cumpridas, ou as aprovações regulatórias exigidas para a operação podem não ser recebidas sob as condições esperadas ou no período de tempo previsto; a capacidade das partes de cumprir com as expectativas relativas ao momento, conclusão e tratamentos contábil e tributário da fusão; o impacto da dívida assumida pela Bayer com relação à operação e o potencial impacto da classificação da dívida da Bayer; os efeitos da combinação dos negócios da Bayer e da Monsanto, incluindo a condição financeira, resultados operacionais, estratégia e planos futuros da empresa combinada; outros fatores detalhados no Relatório Anual da Monsanto no Formulário 10-K arquivado junto à SEC para o exercício findo em 31 de agosto de 2016 e outros arquivamentos da Monsanto junto à SEC, disponíveis em http://www.sec.gov e no website da Monsanto, em www.monsanto.com; e outros fatores discutidos nos relatórios públicos da Bayer, que estão disponíveis no website da Bayer, em www.bayer.com. A Bayer e a Monsanto não assumem qualquer obrigação de atualizar as informações aqui contidas, exceto conforme exigido por lei. Os leitores são advertidos a não depositar confiança indevida nessas declarações prospectivas, que se referem somente à data atual.